CCBA - Centro Cultural do Brasil em Angola

Rua Cerveira Pereira, 19

Baixa de Luanda, Coqueiros,

ao lado do Museu de Antropologia

Luanda

contactoccba@gmail.com

+244 931732214

  • Facebook - Black Circle

Embaixada do Brasil em Luanda

Av. Presidente Houari Boumedienne, 132

Miramar | Luanda

secretariado.luanda@itamaraty.gov.br 

+244 222442010

  • Facebook - Black Circle

4. Bolsas de Estudo

1. BRASIL

Para estudantes que já cursaram por conta própria o primeiro semestre do curso para o qual foi selecionado:

O Ministério da Educação no Brasil também concede auxílios para os estudantes do PEC-G de Universidades federais. Trata-se do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes).


O Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes) tem o objetivo de fomentar a cooperação técnico-científica e cultural entre o Brasil e os países com os quais mantém acordos – em especial os africanos – nas áreas de educação e cultura.


O projeto oferece apoio financeiro no valor de R$622.00  para alunos estrangeiros participantes do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), regularmente matriculados em cursos de graduação em instituições federais de educação superior. O auxílio visa cooperar para a manutenção dos estudantes durante o curso, já que muitos vêm de países pobres.


Para concorrer ao Promisaes, o estudante, além de estar matriculado em instituição federal de educação superior, deve ter bom desempenho acadêmico, de acordo com as exigências da universidade em que estuda. A universidade, para aderir ao programa, precisa estar vinculada ao PEC-G e receber, regularmente, estudantes estrangeiros por meio desse programa.

Sobre as Bolsas DCE (Divisão de Temas Educacionais – Ministério das Relações Exteriores)
Quais IES podem enviar candidaturas às Bolsas da DCE?
R: A Bolsa MRE atende estudantes-convênio de IES públicas e privadas, excluindo-se as federais (estudantes do PEC-G em IES federais que estejam passando por dificuldades financeiras devem se candidatar ao Promisaes, do MEC). As Bolsas Mérito e Emergencial atendem estudantes de todas as IES participantes do PEC-G, incluindo as federais.

Como se candidatar às Bolsas da DCE?
R: A candidatura a qualquer das três modalidades de bolsa deve ser feita por meio do responsável pelo PEC-G na IES brasileira onde o aluno estuda. No início de cada semestre, é divulgado o Edital de chamada para candidatura (exceto para Bolsa Emergencial, que pode ser solicitada a qualquer tempo). A IES poderá identificar os estudantes-convênio que fazem jus à Bolsa MRE (por dificuldades financeiras) e à Bolsa Mérito (por excelente rendimento acadêmico) e indicá-los para o processo seletivo. A análise da candidatura Serpa feita pela DCE.

O estudante-convênio pode acumular bolsas, da DCE ou de outra fonte?
R: Não. É vedado o acúmulo de benefícios. Caso o estudante-convênio seja contemplado com outro tipo de bolsa ou fonte de remuneração no Brasil, deverá optar por uma das fontes.

 

2. ANGOLA

O Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE) disponibiliza edital com as informaçõesnecessárias.

 

2.1 Período de Inscrições: de janeiro a abril de cada ano

2.2 Requisitos

2.2.1 Ter até 23 anos de idade - para candidatos de Bolsas de Estudo para cursos de Graduação e até 35 anos de idade para Pós-Graduação

2.2.2 Ter média geral no Ensino Médio de no mínimo 14 valores

Veja as outras informações no edital: Edital INAGBE